fbpx

Alimentação natural para cães e gatos: Saiba tudo!

alimentação natural

A alimentação natural para cães e gatos está em alta no mundo dos pets. Apesar de a ração ser um alimento completo, balanceado, prático e extremamente seguro, muitos tutores estão optando por oferecer uma dieta “mais natural” e que geralmente é mais atrativa ao animal. Nesse texto vamos falar tudo que você precisa saber sobre a alimentação natural para cães e gatos, mostrando as vantagens e desvantagens de cada tipo de alimentação para que você possa escolher aquela que mais se adequa à sua rotina e ao perfil do seu melhor amigo. Além disso, também vamos explicar se a alimentação natural para cães é cara, se todos os animais podem se beneficiar desse tipo de dieta e como fazer corretamente a mudança da ração para a alimentação natural e vice-versa. Confira!

O que é a alimentação natural para cães e gatos?

Antes de tudo é importante entender o que é a famosa alimentação natural para cães, que está conquistando muitos adeptos nos últimos meses. Por definição, a alimentação natural é uma dieta feita com ingredientes “in natura” que não são passam por nenhum processo industrial.  Entretanto, o conceito de alimentação natural ainda é controverso e questionado pelos Médicos Veterinários, principalmente pelos nutricionistas. Segundo esses especialistas, o termo “natural” refere-se aos alimentos que não possuem componentes artificiais e, atualmente, é muito difícil conseguir oferecer uma dieta completa e balanceada sem a adição de nutrientes provenientes de fontes sintéticas, como no caso das vitaminas e minerais.

Dessa forma, a nomenclatura ideal para se referir a esse tipo de alimentação seria “alimentação caseira”, segundo o AAFCO (Association of American Feed Control Officials), um órgão legislador e fiscalizador alimentício dos EUA que define o que é um alimento natural ou não (no Brasil ainda não temos uma entidade responsável por essas definições). No entanto, o termo “caseiro” também gera questionamentos, pois pode ser interpretado equivocadamente pelos tutores como uma dieta feita em casa, sem ser formulada por um Nutricionista Veterinário.

Com a nomenclatura a ser discutida, o termo “alimentação natural” é utilizado hoje em dia para diferenciar os alimentos comerciais dos alimentos minimamente processados, que são preparados individualmente (na maioria dos casos) de acordo com as necessidades do seu pet, sejam elas nutricionais ou comportamentais (cão com falta de apetite ou com apetite seletivo, por exemplo). Assim como as rações, a alimentação natural para cães é composta por proteínas, carboidratos, fibras, minerais, vitaminas, gorduras de boa qualidade e água. Todos na quantidade correta. Além desses nutrientes básicos de uma boa dieta, também pode ser necessário acrescentar prebióticos/probióticos e suplementar o animal com outros tipos de vitaminas e minerais que não são encontrados em ingredientes comuns, a exemplo dos vegetais, arroz e carne.

alimentação-natural-2-1

Benefícios da alimentação natural para cães e gatos

Confira a seguir as principais vantagens de oferecer uma alimentação natural/caseira para o seu cão:

Palatabilidade

A grande vantagem que os tutores observam na rotina é a maior aceitação por parte dos pets na hora de comer. Sem dúvidas a alimentação natural costuma ser bem mais palatável do que a ração. Entretanto, não podemos ignorar o fato de que existem alimentos industrializados que também são altamente palatáveis, como os alimento úmidos.

Bem-estar

A alimentação natural para cães e gatos promove maior sensação de bem-estar ao animal na hora de comer. Além de ser saborosa, a comida possui características físicas mais próximas dos alimentos dos seus ancestrais (lobos, cães e gatos selvagens).

Hidratação

Os alimentos naturais para cães possuem maior quantidade de água quando comparamos com a ração, que é considerada um alimento seco. Os alimentos naturais possuem cerca de 70% de água na sua composição, enquanto a ração possui cerca de 10%.

Dieta individualizada

A dieta com alimentos naturais para cães será elaborada individualmente por um Nutricionista Veterinário, de acordo com as necessidades da raça, idade, nível de atividade, entre outros
fatores que influenciam na hora de decidir os ingredientes e a quantidade de cada um deles para um animal específico. É importante ressaltar que existem diversas linhas de ração com algumas especificidades, mas mesmo assim são mais generalizadas do que uma dieta feita exclusivamente para um caso específico.

Variedade

Através da alimentação natural é possível fazer diversos “cardápios” durante a rotina, com diversos sabores e texturas diferentes. Já no caso das rações, um pacote dura algumas semanas ou meses, o que impossibilita fazer a troca frequentemente. É possível mudar a ração para outra marca ou sabor, mas são necessários alguns cuidados especiais para o animal não recusar o novo alimento ou apresentar sintomas gastrointestinais (confira como fazer a mudança de alimentação corretamente nos tópicos abaixo).

Desvantagens da alimentação natural para cães

Veja os contras de oferecer uma alimentação natural para o seu pet.

Armazenamento

Como é um alimento fresco, deve ser sempre refrigerado ou congelado É necessário ter espaço suficiente no freezer para armazenar pelo menos a comida para uma semana. O alimento fresco se deteriora muito rapidamente, o que exige um trabalho bem grande do tutor em manter tudo conservado e em condições próprias para o consumo.

Suplementação

Conforme falamos acima, ainda é muito difícil garantir todos os nutrientes necessários por meio da alimentação natural. Portanto, é de extrema importância que o tutor suplemente corretamente o seu animal com as vitaminas e minerais indicados pelo Médico Veterinário.

Organização e comprometimento

Para que a dieta funcione bem e não prejudique a nutrição do seu cão, é essencial que o tutor seja organizado e comprometido com todos os preparos (dieta deve ser rigorosamente balanceada). Existem alimentos para pets que são vendidos em porções prontas, que são mais fáceis de serem oferecidas aos animais. Entretanto, se você for preparar o alimento do seu cão para congelar, é necessário planejar o preparo com antecedência para que não falte alimento em nenhum dia.

Benefícios da ração para cães

Confira a seguir as principais vantagens de oferecer ração para o seu cão:

Praticidade

A ração é um alimento que já vem pronto com todos os nutrientes necessários para a manutenção do organismo animal. Por esse motivo, esse tipo de dieta é uma boa opção para os tutores que não possuem tempo disponível para preparar o alimento do seu cão durante a rotina. O único trabalho para quem opta pela ração é colocar a porção diária recomendada
(indicada na própria embalagem) para o seu melhor amigo.

Armazenamento

O armazenamento da ração é muito simples. O alimento é feito para durar meses mesmo depois de ser aberto e, desde que esteja bem armazenado em um lugar fresco e protegido da umidade.

Segurança alimentar garantida

As empresas de ‘Pet Food’ possuem um excelente controle de qualidade para garantir que o alimento esteja livre de microrganismos causadores de doenças. Sendo assim, o tutor não precisa se preocupar com a segurança do alimento, a não ser que ele não armazene a ração
de maneira correta. Outro meio que garante a segurança são órgãos públicos que realizam
uma fiscalização rigorosa.

No caso da alimentação natural, existem empresas que fornecem o alimento congelado e embalado a vácuo, com total segurança. O problema é que algum descuido ou imprevisto de armazenamento pode ocorrer, como por exemplo, acabar a luz na residência e os alimentos ficarem sem refrigeração.

Preço

Existem diversos tipos de ração, com preços variados (Standard, Premium e Super Premium). Pelo fato de que a ração já vem pronta da indústria e não é feita exclusivamente para um animal, o custo acaba sendo menor para o tutor. Além disso, os tutores que optam pela alimentação natural para os seus cães, também correm o risco de perder alimentos que são perecíveis s, gerando prejuízo.

Não precisa de suplementação

A ração é um alimento completo, ou seja, possui todos os nutrientes necessários para que o seu pet leve uma vida saudável. É claro que existem diversos tipos de ração, mas mesmo aquelas de qualidade inferior são capazes de suprir as necessidades básicas do organismo. O ideal é sempre escolher uma ração que se adeque ao caso do animal em questão, pelo porte, raça, idade e até condição de saúde.

quantas-vezes-o-cachorro-deve-comer-por-dia

Desvantagens da ração para cães

Veja os contras de oferecer ração para o seu pet.

Paladar

Muitos cães se adaptam bem a ração, principalmente aqueles que não recebem nenhum outro tipo de alimento no cotidiano (petiscos, sobras de comida, etc.). Por outro lado, também é grande o número de cães que não mostram boa aceitação. Animais idosos ou animais que já
experimentaram outros tipos de comidas costumam se desinteressar pelo alimento extrusado (ração) por conta da palatabilidade.

Variedade

Tutores que optam por oferecer ração ao seu pet enfrentam problemas para variar a alimentação. Como as rações duram semanas ou meses e a recomendação é de que as mudanças na dieta sejam gradativas, fica difícil elaborar um cardápio diversificado. Sendo assim, se você enfrenta esse problema, é indicado acrescentar alimentos úmidos ou manter
a mesma marca/linha e mudar apenas o tipo de proteína após alguns meses. Por exemplo, você pode fazer um rodízio entre carne, frango e salmão.

Dieta não específica

Uma desvantagem da ração é que não é possível elaborar uma dieta exclusiva para o seu pet. Porém, existem os chamados alimentos coadjuvantes, que são fórmulas específicas para as doenças mais comuns do pet, como diabetes, obesidade, insuficiência renal, entre outras. Existem também as opções de raças específicas.

Qualquer cão pode comer alimentação natural?

Sim, qualquer cão pode comer a alimentação natural. Mas, nem todo tutor vai poder oferecer esse tipo de dieta, pois exige tempo, dedicação e acompanhamento veterinário. Conforme falamos ao longo do texto, a dieta natural é feita especialmente para o animal de acordo com o acompanhamento de um Nutricionista Veterinário. Portanto, todos os cães e gatos podem ter uma dieta elaborada.

alimento natural cães e gatos

Tipos de alimentos naturais para cães

Existem praticamente três opções de alimentação natural para você oferecer ao seu pet: alimentação natural crua sem ossos, alimentação natural crua com ossos e alimentação natural cozida. Todas elas possuem vantagens e desvantagens para o consumo.

Dieta crua sem ossos e com ossos

Os alimentos crus são muito bons por serem os mais próximos da alimentação de seus ancestrais. Além disso, eles não sofrem nenhum processo que altere as propriedades químicas, nutricionais e as características físicas do alimento (essa preservação torna a dieta muito qualificada). Os ossos por exemplo, só podem ser oferecidos crus, nunca cozidos. Ossos cozidos tem suas características físicas alteradas, formando lascas quando partidos.

Entretanto, por ser oferecido cru, é fundamental ter cuidados com a procedência e com a conservação desses alimentos para que o animal não tenha risco de contrair alguma doença. O congelamento profilático é obrigatório nessa modalidade de dieta.

Congelamento profilático na dieta crua

Um ponto importante da alimentação natural crua para cães e gatos é a necessidade do congelamento para inativar possíveis parasitas que seriam mortos pelo cozimento. Veja como como deve ser feito:

– Carnes e vísceras de frango e outras aves: manter congelado a -18 graus por no mínimo 24horas.

– Carnes e vísceras de bovinos e outros ruminantes: manter congelado a -18 graus por no mínimo 5 dias.

– Carnes e vísceras de suínos: manter congelado a -18 graus por no mínimo 21 dias

Alimentação natural cozida

Já no caso da alimentação cozida, algumas propriedades do alimento são perdidas após o processo de cozimento. Por outro lado, é um alimento mais seguro para o consumo e que não exige tanta dedicação para conservar. Basta ter um freezer com espaço suficiente para o
armazenamento e realizar o consumo logo após o descongelamento. Esse tipo de dieta não pode conter ossos cozidos, ossos devem ser oferecidos apenas crus. A alimentação cozida também costuma ser mais bem aceita pelos pets que não estão acostumados a comer alimentos crus.

Alimentação natural para cães e gatos custa caro?

Depende. Hoje em dia existem diversas empresas que produzem alimentos naturais balanceados, congelados e embalados para facilitar o manejo. Os valores normalmente variariam de acordo com a qualidade dos produtos e com a quantidade comprada. Aqui no Centro Veterinário Pet Place nós trabalhamos com os alimentos naturais Fresh4Pet. Entre em contato com a gente para saber os valores ou venha nos visitar!

Outra opção é você consultar um Nutricionista Veterinário para que ele elabore uma dieta exclusiva para o seu cão. Nesse caso, você que prepara o alimento. Sendo assim, você pode escolher os ingredientes onde achar que vale mais a pena na relação custo-benefício. É importante lembrar que para escolher essa opção é preciso ter bastante tempo disponível e dedicação.

Posso dar alimento natural para o meu gato?

Sim, você pode oferecer alimentos naturais para o seu gato! Assim como os cães, a dieta natural para os felinos pode ser muito positiva. Uma das vantagens desse tipo de comida é a presença de grande quantidade de água. Muitos gatos possuem problemas envolvendo sistema urinário e, a maior ingestão de água, colabora na prevenção de algumas doenças do trato urinário inferior.

Antes de experimentar esse novo tipo de alimentação, é importante saber que os gatos são animais que possuem o apetite muito seletivo, então pode ser que seja mais difícil realizar a mudança da ração para a comida natural. Outra questão é que a dieta para os gatos exige maiores quantidades de proteína quando comparada a dos cães, Lembre-se: qualquer deficiência nutricional pode atrapalhar o funcionamento do organismo e causar doenças graves.

alimentação natural para cães e gatos

Como mudar da ração para a alimentação natural

Caso você tenha tomado a decisão de oferecer alimentos naturais para o seu pet, veja a seguir como realizar a troca corretamente.

A maioria dos cães não possuem problemas em trocar a ração pela alimentação natural. Porém, a troca não deve ser feita de uma hora para outra, muito pelo contrário. A troca deve ser gradativa para evitar que o animal tenha problemas gastrointestinais (relativamente comuns em alterações repentinas da alimentação).

Para te ajudar, preparamos um passo a passo de como trocar a ração para a alimentação natural. As recomendações abaixo foram feitas para cada refeição diária.

1º dia: 10% de alimentação natural e 90% da ração.

2º dia: 20% de alimentação natural e 80% da ração.

3º dia: 30% de alimentação natural e 70% da ração.

4º dia: 40% de alimentação natural e 60% da ração.

5º dia: 50% da alimentação natural e 50% da ração

6º dia: 70% da alimentação natural e 30% da ração

7º dia: 90% da alimentação natural e 10% da ração

8º dia: 100% da alimentação natural

Obs: Misturar a alimentação crua ou cozida com a ração pode causar deterioração na ração após algum tempo de exposição ao ambiente. Portanto, o consumo deve ser imediato e as sobras devem ser descartadas.

Como mudar da alimentação natural para a ração

Caso o seu animal não tenha se
adaptado a alimentação natural ou por algum outro motivo você prefira retornar
para a ração, é só seguir a mesma lógica do tópico acima. Confira!

1º dia: 10% de ração e 90% da alimentação natural.

2º dia: 20% de ração e 80% de alimentação natural.

3º dia: 30% de ração e 70% da alimentação natural.

4º dia: 40% de ração e 60% de alimentação natural.

5º dia: 50% de ração e 50% de alimentação natural

6º dia: 70% de ração e 30% de alimentação natural

7º dia: 90% de ração e 10% de alimentação natural

8º dia: 100% de ração

Cuidados fundamentais com a alimentação natural para cães e gatos

Veja a seguir alguns cuidados que você deve tomar ao oferecer alimentação natural para o seu pet.

Preparo

Não se esqueça de pesar os alimentos individualmente para seguir as quantidades corretas. Alimentos cozidos devem ser pesados após o cozimento. Os alimentos que não foram ingeridos devem ser descartados.

Temperos

Se você for o responsável por
preparar o alimento do seu pet, evite o uso de temperos. Só utilize temperos
que o médico veterinário indicar. Alho e cebola, por exemplo, são tóxicos para
cães e gatos.  Não adicione nada além do
que foi recomendado pelo Nutricionista Veterinário ou do que já veio na
embalagem congelada.

Não troque a dieta muitas vezes

Mudanças repetidas em curto espaço de tempo podem prejudicar
a microbiota intestinal. Respeite o tempo que o organismo do animal vai
precisar para se acostumar com a nova dieta.

Restos/sobras de comida

Não confunda restos de comida com alimentação natural! A alimentação natural para cães e gatos é completa, balanceada e feita para suprir todas as demandas nutricionais.

Frutas

As frutas também podem fazer parte da alimentação natural para cães e gatos. Fique sempre atento aquelas que não podem ser oferecidas ao seu animal de estimação, como por exemplo: Uva, abacate, carambola, abacaxi, laranja, limão e abacaxi.

Afinal, a alimentação natural é melhor que a ração?

Varia de cada caso e necessidade. Conforme falamos no texto, as duas categorias possuem vantagens e desvantagens. Sendo assim, não existe uma alimentação que seja melhor ou pior do que a outra.

A melhor dieta sempre vai ser aquela que supre todas as demandas nutricionais do seu cão e gato e ao mesmo tempo seja boa para o tutor. Existem rações de altíssima qualidade, sem ingredientes artificiais, assim como é possível elaborar uma dieta natural com essas características também.

Nosso Centro Veterinário possui diversas opções de alimentos naturais para cães da Fresh4Pet. Também contamos com muitas marcas e linhas de ração. Entre em contato com a gente ou agende uma conversa com um dos nossos Veterinários se tiver alguma dúvida com relação à alimentação do seu pet. Teremos prazer em te receber e ajudar a escolher qual a dieta mais adequada para o seu perfil e do seu melhor amigo.

Caso tenha dúvidas ou sugestões, deixe-nos um comentário no formulário abaixo.


Instagram
Facebook
Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Entre em contato